Assistência Social clama por atenção do Governo Federal

27/11/2019 | Municipio de Putinga

A Secretaria de Assistência Social de Putinga, aderiu a paralisação realizada em todo RS, onde integrantes dos grupos e oficinas do CRAS se reuniram, para apoiar os gestores que vem reivindicando, a mais de um ano, os pagamentos em atraso, por parte do governo federal.
A equipe da Administração Municipal esteve presente apoiando a Secretaria de Assistência Social, que durante este ano precisou cortar praticamente todas as atividades realizadas, por que não há recursos para serem investidos. “Não foi possível realizar um trabalho a contento da comunidade, porque estamos sem receber os valores que são aplicados nesses serviços e durante o ano estivemos em contatos com o Ministério da Cidadania e não há uma previsão de regulamentação, trabalhamos com o que tínhamos em estoque e reaproveitamos material reciclado, foi a única maneira de manter algumas atividades”, lamentou emocionada a titular da pasta Betânia Sonaglio.
O prefeito Claudiomiro informou que, “não sabemos se no próximo ano será possível realizar qualquer atividade, existe uma grande preocupação, estamos trabalhando para conscientizar o governo da grande dificuldade que os municípios do Rio Grande do Sul estão passando. O Governo Federal, simplesmente suspendeu os pagamentos e repassou a conta, que com a grande queda na arrecadação, não está conseguindo suprir as necessidades, evidenciando a falta de organização e de planejamento por parte do governo federal. Ainda disse que durante o ano de 2019 foram mantidos os oficineiros mas para 2020 será praticamente impossível, caso não normalize a situação”, encerrou Cenci que pediu que a comunidade compreenda a gravidade dos fatos.



Mais imagens:
Topo