MAIO - MÊS DE COMBATE AO CÂNCER BUCAL.

07/05/2019 | Municipio de Putinga

A Secretaria de Saúde de Putinga, através dos profissionais de Odontologia da Unidade de Saúde, vem orientar sobre a prevenção e o diagnóstico precoce do câncer bucal.
O câncer bucal ou oral se caracteriza por tumores malignos que acometem a boca e parte da garganta. Pode se desenvolver nos lábios, língua (principalmente nas bordas), céu da boca (palato), gengiva, bochechas, amígdala, assoalho bucal e glândulas salivares.
Os principais fatores de risco para o desenvolvimento do câncer de boca são o fumo e o álcool, que quando associados potencializam o risco de câncer de boca. Outros fatores associados ao risco de câncer bucal são a falta de higiene bucal; a alimentação pobre em vitaminas e minerais, principalmente em vitamina C e o vírus HPV. A exposição excessiva ao sol também aumenta o risco de desenvolvimento do câncer do lábio (principalmente o inferior), fator este que serve de alerta em nossa região devido ao alto número de agricultores.
Sinais e sintomas de alerta para o câncer de boca (podem não ser câncer, mas precisam ser investigados): lesões que não cicatrizam em até 15 dias, manchas vermelhas ou esbranquiçadas, sangramentos, nódulos (caroços) na região do pescoço e ronquidão persistente. Em fase avançada, a pessoa pode apresentar dificuldade de falar, engolir e mastigar, dor e mau hálito.
O diagnóstico é realizado através do exame clínico feito pelo dentista. Também é importante o autoexame da boca, feito pelo próprio paciente em casa, em frente ao espelho, detectando qualquer lesão suspeita deve-se procurar um profissional da saúde.
Pessoas com mais de 40 anos, que fumam e bebem devem estar mais atentas e ter sua boca examinada por profissional de saúde (dentista ou médico) pelo menos uma vez ao ano.
Prevenção do câncer bucal:
• Evite ou reduza o consumo de fumo e de álcool;
• Mantenha uma boa higiene bucal;
• Faça uma alimentação rica em frutas, verduras e legumes;
• Use preservativo, inclusive no sexo oral;
• Visite o dentista regularmente, converse com seu médico e informe-se sobre o exame clínico da boca.
O câncer de boca tem cura, principalmente se diagnosticado e tratado nas fases iniciais.



Mais imagens:
Topo